Mateus Solano protagoniza “O Mistério de Irma Vap”

foto de Priscila Prade / divulgação

“O Mistério de Irma Vap” está de volta. Uma das peças mais assistidas na história do Brasil, encenada por Marco Nanini e Ney Latorraca, entre os anos de 1986 e 1997 vai ganhar nova adaptação pelas mãos do diretor e encenador Jorge Farjalla e elenco formado por Luis Miranda e Mateus Solano. A estreia está marcada para o dia 12 de abril, no Teatro Porto Seguro, em São Paulo.

Os atores estão a todo vapor na preparação para a peça, que além do talento da dupla na interpretação, exige muito esforço físico, já que eles trocam de roupas inúmeras vezes e em pouquíssimos segundos durante as cenas. Diferente das outras versões, nessa montagem o público terá a chance de acompanhar a mudança de figurino: “Vamos teatralizar a troca de roupas. Quero mostrar o teatro como uma grande ilusão e o ator como um grande mago, que pode criar tudo na frente do público e fazê-lo acreditar naquela situação”, explica Farjalla, que ainda revela a alegria em trabalhar com Solano e Luís: “Os dois são geniais. Estou muito grato por tê-los comigo e por partilhar algo tão sagrado para mim, que é o fazer teatral”, acrescenta.

A trama original de “O Mistério de Irma Vap”, escrita por Charles Ludlam, que teve a primeira montagem feita em 1984, em Nova York, passa em um lugar remoto da Inglaterra e conta a história de Lady Enid, a nova esposa do excêntrico Lord Edgar. Ela tem que se adaptar a viver na mansão em que o filho do casal foi morto por um lobisomem e que é mal-assombrada pelo fantasma da primeira esposa de seu marido, Irma Vap. Na casa há uma governanta, que assume a posição de rival da recém-chegada. Para retomar o amor de seu marido, Lady Enid faz de tudo um pouco.

A montagem de Jorge Farjalla será situada dentro de um trem fantasma de um parque de diversões macabro. Para recriar o ambiente, a produção usou como referência os filmes de terror dos anos 1980 como “Pague para Entrar, Reze para Sair”, de Tobe Hooper; “Rebecca”, de Alfred Hitchcock, além do videoclipe de “Thriller”, de Michael Jackson. A obra também terá citações “Hamlet” e outras criações de Shakespeare. 

 

via