Crítica: ”Segurança em Jogo”

(C) World Productions - Photographer: Des Willie

Na minissérie, que tem seis episódios, conhecemos a história do sargento David Budd (o lindo Richard Madden, de ”Game of Thrones”), que esteve no Afeganistão e agora atua como Especialista de Segurança em Londres, na Inglaterra.

Após evitar a explosão de uma bomba em um trem, David é designado para uma nova tarefa: proteger a secretária do Estado Julia Montague (Keeley Hawes), que é temida pela oposição e está fazendo muitos inimigos por conta de um projeto de lei contra o terrorismo. Julia é uma política determinada e não deixa que ninguém atrapalhe seus objetivos.

De início, os dois não se dão bem, porém David vê que Julia precisa de sua ajuda e se esforça para ser seu aliado. David tem personalidade explosiva e muitos transtornos por conta da guerra, além de viver um relacionamento conturbado com a enfermeira Vicky, sua ex esposa e mãe de seus filhos.

CRÍTICA: NASCE UMA ESTRELA

Quando Julia é alvo de uma cilada armada por membros de sua própria equipe, David vai fazer de tudo para descobrir quem é o culpado pelo ataque e para limpar a reputação de Julia.
A série é muito interessante por tratar de temas atuais, como terrorismo e preconceito contra minorias, e tem ritmo rápido, com episódios de mais ou menos 50 minutos. Os personagens são densos e ricos – além disso, Madden está muito bem como protagonista – seu sotaque é extremamente charmoso.
A série foi desenvolvida por 
Jed Mercurio (”Line of Duty”) e teve direção da dupla John Strickland e Thomas Vincent. Também fazem parte do elenco Gina McKee,  Sophie Rundle, Nina Toussaint-White, Paul Ready e Stephanie Hyam.

 

 

Cotação: Muito bom