A princesa e a plebeia

Vanessa

Chega o fim de ano e a Netflix, que não é boba nem nada, começa a colocar em sua plataforma aqueles filmes românticos e fofinhos que o público adora.
O primeiro dessa leva é ”A princesa e a plebeia”, que tem Vanessa Hudgens no elenco.

Na trama, Vanessa é Stacy, uma confeiteira que mora em Chicago. Arrasada após o fim de um relacionamento, ela não vê mais graça no Natal, mas tudo muda quando seu sócio Kevin (Nick Sagar) aparece com uma novidade que pode mudar a vida dos dois: Stacy foi selecionada para um concurso de confeitaria super exclusivo na pequena Belgravia, na Europa. Os dois partem para o local junto de Olivia, filha de Kevin.

Chegando lá, Stacy esbarra com a duquesa Margaret Delacourt e elas descobrem que são extremamente parecidas fisicamente… Sendo assim, Margaret arma um plano para convencer Stacy a trocar de lugar com ela durante dois dias: a duquesa vai ser uma pessoa comum, passear pela cidade e cuidar de Olivia; enquanto Stacy vai ser a duquesa, prestes a ser casar com o príncipe Edward (Sam Palladio) nos próximos dias.

É claro que as coisas começam a dar errado e o segredo das duas fica a ponto de ser descoberto em vários momentos, como não poderia deixar de ser. Todos os elementos do conto de fadas estão lá: a neve, o vestido, o baile, o romance proibido.
 O filme é bonitinho mas o final é muito apressado, deixando no ar algumas dúvidas, e talvez uma possível continuação para o ano que vem. Lembrando que ”O príncipe do Natal” foi uma das surpresas da Netflix em 2017 e em breve vai ganhar mais um filme.
Vanessa Hudgens, ex estrela da Disney, está bem no papel de Stacy/Margaret. A atriz andava sumida após o fracasso da série ”Powerless”, da qual foi protagonista no ano passado.

 

 

 

Cotação: Regular